quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

O poder do tempo

Apesar de já estar vivendo essa vida quimioterápica há 1 ano, parece que foi ontem que tudo começou. Lembro bem da cara do Dr. Antonio Couceiro no São Luiz, me falando nas entrelinhas do seu discurso sobre a gravidade do meu câncer e da metástase no pulmão. Sabíamos que estava atrasada pra briga, mas isso jamais quis dizer que deixaria de lutar.

Abrir um exame de Ressonância Magnética é sempre um momento muito delicado, não se sabe que tipo de monstro vai sair daquele laudo. O que ele vai fazer com a minha vida, em que estado vai me deixar. Até o envelope ser aberto dá uma sensação bem desagradável, daqueles piririrs que parecem que vão te levar correndo pro banheiro, sabe?!

Continuo agradecendo a horde de santos e anjos que conheço por estar nas mãos do Dr. Guilherme Stelko nessas horas. Por pior que seja, ele está lá pra me acolher, me dar uma outra alternativa, pra me ajudar a digerir.
Pois é....dessa vez foi pior sim!
Beeeeem pior!

Fui à consulta com a Jessie e a Pamela, e aquele envelope do exame que pesava um mundo inteiro.
Assim que fomos sentando e ele abrindo o envelope, me disse já ter falado com a minha radiologista, mas que ia dar uma confirmada no que já sabia. Fiquei quieta esperando o veredito. Lá veio ele:

- o tumor do fígado aumentou 40%. Ele foi de 9,1 para 13,6cm (isso é quase um mamão papaya), vamos ter que mudar a medicação;
- os linfonodos do pulmão aumentaram um pouquinho em tamanho e em volume;
- existem mais 2 linfonodos na coluna, na L4 e na L5.

Quando ele acabou de falar tive a sensação de ter saído do corpo, da sala, do país, do planeta e ter voltado numa fração de segundo. Não era verdade, não podia ser, como ele aumentou desse jeito e eu tô me sentindo tão bem??
Daqui a pouco ele vai ocupar meu fígado todo e eu não vou ter o que fazer?!!!
Que velocidade de crescimento é essa, que de um dia pro outro ele cresce 40%?! Mas e o que tava necrosado??
Nós vamos mudar de tratamento de novo, daqui a bem pouco tempo não vai mais ter nada pra me dar??
O que eu faço agora???

Eu estava fora do corpo, aquela notícia me pegou absolutamente desprevenida. Imaginei que os linfonodos do pulmão tinham aumentado, contei com o do fígado necrosado(que me deu a febre que me levou ao hospital) e só, nem lembrava da coluna.

O que me mata é que na maioria dos dias eu estou me sentindo bem!! Animada!! Feliz!! Tenho dor na coxa, dou umas vomitadinhas, às vezes não durmo direito, um dia ou outro fico em estado febril, dou umas desanimadinhas, mas daí a olhar na minha cara e dizer pra mim mesma que eu piorei é demais. E piorei bem, convenhamos!!

O Dr. Guilherme percebeu meu consternamento e me disse que eu voltaria a tomar o Xeloda, aquele remédio que a Dra F. me deu antes de eu mudar de médico e de clínica, e que a caixa custava R$2.000,. Por ser ministrado oralmente o plano de saúde não o fornece, pois entende que você não precisa ir á clínica pra aplicar.
Ele me disse que tinha umas cápsulas sobrando, e eu também tinha algumas da vez em que tomei em julho. Quem sabe juntando tudo, daria pra fazer parte de um ciclo.

A Jessie se encolheu e tentou não chorar, a Pamela foi logo perguntando do tumor que estava necrosado. Ele explicou que mesmo com necrose, parte dele ainda estava ativa, por isso o aumento.
Ele falou que não íamos fazer nada sobre os linfonodos da coluna, mesmo porque eu precisaria parar a quimio pra fazer a radio e isso não era nesse momento a grande emergência. Assim, quando começar a doer, a gente cuida.
Os do pulmão vão reagir com a quimio, então não precisamos nos preocupar.

O próprio médico estava triste, sua voz era mais suave que o normal. Ele olhou pra mim e me perguntou como eu estava me sentindo.
Eu respondi: "Ótima!! Eu me sinto bem, feliz, tranquila, claro que com dor, vômito etc, mas eu tô bem. Não entendo como isso foi acontecer...."

Como dizia a vovó Maria: "Por fora bela viola, por dentro pão bolorento".

Eu tinha me programado pra ouvir isso lá pra julho. Não em pleno fevereiro. Mas vamos lá, é o que temos pro momento.

Fiquei um lixo na 6af. e no sábado. O pó da rabiola. Um caco. Um fio de mim mesma.
Falei com a Stéphie que da sua maneira absorveu e processou a notícia. Ela estava na praia, ainda bem! É mais fácil incorporar o espírito quando o mar está na mira dos seus olhos!
A Pamela ficou bem, ela parecia estar mais inteira que nós duas, ela é muito tranquila e nessas horas sua calma fez uma boa diferença.
Conversei com a Jessie no sábado, nós 2 aqui em casa, fechadas na caverna, digerindo....

Falei pra ela que agora vamos apagar incêndio e que como disse o Dr. Guilherme, fazer de tudo pra manter a minha qualidade de vida. Isso é fundamental.

Eu não sei por quanto tempo essa brincadeira vai rolar. Às vezes eu me sinto num ringue com o Mike Tyson, na época em que ele tava meiolouco e comia a orelha de seus adversários. Ele vai me bater, com certeza, mas eu não vou sair daquele quadrado! Nem a pau!

O tempo ficou curto, eu queria poder fazer tanta coisa, ensinar e dividir tanta coisa com as minhas filhas e meus sobrinhos, poder rir e me divertir com os meus amigos e minha família. Mas parece que não vai dar. E eu não quero fazer drama sobre isso. eu me recuso, isso é desgastante, irritante e paralizante. e cá entre nós, não combina comigo.
Tenho menos tempo? Então dá licença que eu vou aproveitá-lo rindo e me divertindo e curtindo o que a vida puder me trazer!!

O tempo que eu tiver é meu, e eu pretendo usá-lo da melhor maneira possível!!

Eu sei que o tumor é agressivo, mas ele não tem a mais pálida idéia de como eu sou teimosa!!
De uma coisa eu tenho certeza:a briga vai ser boa!

2 comentários:

  1. Puxa vida minha querida guerreira, é f...o que vc ouviu! Fato. O tempo parece que ta correndo mais rápido do deveria. Mais tudo vai bem quando acaba bem, mais tudo parece escuro quando não caminha como programado. Força, fé, coragem, astucia e boa luta. Queria muito estar com vc mesmo que fosse por minutos para te abraçar forte e desejar de bem de pertinho VENÇA ESSA LUTA CARA!! Te amo. Que tudo corra bem e de certo. bjos.

    ResponderExcluir
  2. Essa doença filha da puta não pode te vencer, não, ela não vai....ela não vai tirar sua coragem, sua força, sua luta, seu brilho...não ela não vai! Ninguém consegue fazer isso, só vc mesma....e vc vai continuar forte, iluminada, feliz e guerreira! Mesmo sem te conhecer, te amo....de coração....

    ResponderExcluir