quarta-feira, 13 de julho de 2011

Com que direito?

De vez em quando me pergunto "O que Deus viu em mim?!".
Sério, acho que ou ele acha que eu sou poderosa demais, ou tá testando meus limites!Às vezes quero pedir pra Ele me deixar em paz mas vai que me leva a sério, e me abandona?? Melhor não arriscar!

Porque isso? Adivinha?!
Minha mãe teve um piripaque, e está de novo aqui comigo.

Eu e meu irmão levamos ela no hospital pra saber o que estava errado.Dessa vez foi uma arritmia. Dela veio a água no pulmão causando uma tosse infernal, essa água estava irritando o pulmão. Os batimentos cardíacos estavam 150 por minuto; ou seja, coração de atleta: em movimento!!

Pra corrigir isso, foi feita uma cardioversão, que nada mais é do que dar um daqueles choques que a gente vê em seriado de TV, coisa simples...só que quando é na sua Mãe, a coisa fica um pouco menos simples!!

Ela ficou assustada, tem problema cardíaco desde os 9 anos de idade quando teve febre reumática. De lá pra cá,ela se cuida, vai ao médico e faz exames, mas estava bem. O médico já havia anunciado a necessidade de uma cirurgia, já que o coração estava ficando fraquinho. Mas com a arritmia, o medo da cirurgia cresceu e a fragilizou.

Ela vestiu a roupa de doente, mesmo depois de ter sido dispensada do hospital, com os batimentos em 70, 80; clinicamente bem.

Sábado à noite minhas amigas passaram pra me pegar pra um cineminha e ela confessou a elas que não queria ir pra casa dela. Claro, tá travadaça!
No dia seguinte de manhã me disse que queria ir pra sua casa. Não aguentei!! Fiz uma DR, e olha que eu odeeeeio DR!

Como já tínhamos ido ao médico dela depois do hospital, que cuida dela há 20 anos ( não me pergunte minha opinião sobre ele, mas que a Dra FFF é do mesmo time, lá isso é!!), meus argumentos pra essa conversa eram mais do que sólidos!

Disse a ela que apesar de saber como deve ser difícil ter uma filha com câncer depois de tudo o que ela passou nesses últimos 8 anos, desde que meu Pai nos deixou, ela não tinha o direito de não se cuidar mais.
Sua última consulta foi em novembro, quando seu médico lhe pediu que o consultasse 3 vezes ao ano. Tanto quanto recomendou que qualquer problema que ela tenha, ele deve ser avisado imediatamente. De febre alta a tossinha. Ou seja, ela não fez nada disso.
Depois desse sermão, que foi muito bem orientado por alguém lá de cima, pois as palavras fluíam,acho que ela entendeu a burrada que fez.

Se ela piorar é porque quer, não porque não tem mais jeito. Isso é displicência com a própria saúde, consigo mesmo.

Hoje eu tenho um câncer que dizem alguns, eu pedi, cultivei, deixei crescer....mas a grande verdade é que eu sempre cuidei do meu corpo, da minha alimentação, das minhas noites de sono, das minhas bebidas, da minha vida. E ainda assim, cá estou eu, lutando com esse chatão de galocha o tempo todo o dia inteiro sem a menor trégua.
Eu vejo pessoas que claramente têm problemas de saúde se escondendo na falta de tempo, na correria do dia a dia pra fugir do médico. E me pergunto eu: com que direito???
Vc tem família?
Filhos?
Pais?
Namorado/a??
Quem disse que vc pode do dia pra noite passar a essas pessoas que te amam tanto, uma preocupação com a sua vida que podia ser evitada, mas não foi porque vc foi relapso??
Desculpe, mas eu acho o Ó do Borogodó!!

Eu aqui tentando me curar dessa bagaça, e minha mãe com um problema que podia ser evitado se tivesse sido mais controlado!!
A minha doença não dá direito à ninguém...NINGUÉM... de se descuidar, de achar que de nada adianta o cuidado consigo mesmo porque no final vamos todos acabar doentes, morrendo com tantos pesticidas e conservantes!!
BULL SHIT!!!

Cada um faz a sua parte, eu faço a minha, faça vc a sua!! E exija de quem vc ama essa atitude.

Eu sempre digo que prefiro que seja comigo o câncer do que com uma de minhas filhas, e hoje afirmo que se todas as pessoas que recebessem o diagnóstico de câncer soubessem o que vem pela frente, muito mais gente morreria da doença, porque não ia nem de longe querer se tratar!!!

Mas quem disse que eu tenho o direito de não tentar? De sofrer o que for preciso, pra poder olhar nos olhos das minhas filhas e dizer: estou tentando, por mim e por vcs.

É uma questão de amor.

Ao próximo e aquilo que Deus nos deu de mais sagrado: a vida!!

6 comentários:

  1. Lella, espero que meu marido ( Alexandre Campos Salles) leia esse texto....por Deus, como espero....beijos

    ResponderExcluir
  2. Leloca,
    Realmente vc tem força!!! Hoje eu ouvi uma frase que cai bem para vc: "Algumas pessoas tem cancêr, para ajudar a todos em sua volta a melhorar e a desenvolver!!" E acho que vc está fazendo bem o seu o papel...Vide o seu post...
    Mil bjs

    ResponderExcluir
  3. Lella, eu li conforme minha mulher pediu, vc. sempre diz coisas legais e profundas. De um modo só seu.

    Valeu, vc. tem razão, temos que nos cuidar.

    Beijão e muita fé.

    ResponderExcluir
  4. Bella Lella - pegou a "doppia L" rsss - se as pessoas tivessem todo esse bom senso, pularíamos a etapa terrena! Digo isso com base em seu próprio conhecimento, visto q nós quatro, ou pelo menos 3 de nós, somos praticamente analfabetas em se tratando de assuntos que versem acerca de evolução espiritual... Ben si sa! Baci e l'altro, vivremo.

    ResponderExcluir
  5. Lovely Lela, sending you love, light, and healing with every thought of you.

    Hugs,

    K

    ResponderExcluir
  6. Oi Bella da Tarde...sua luta é grande e sempre junto com as batalhas há as guerrinhas intimas que temos que superar...vc tem garra, sem querer parafrasear He Man ..mas vc "tem f força". Bjos, na sua luta São JOrge esta com vc e irá te ajudar matar o seu dragão...saúde e paz. Te adoro.

    ResponderExcluir